Nossos Vídeos

Loading...

Lider do Ministério de Dança - Evelin Estrada

18 de out de 2010

A DANÇA, A GANGORRA E O LOUVOR

Graça e Paz Amados Levitas da Dança,

De que é constituída uma igreja, já parou para pensar? Respondendo a essas perguntas podemos começar dizendo que a igreja é constituída por pessoas que creem em um único Deus, essas pessoas constituem pequenos grupos e esses grupos integram ministérios/equipes e dai temos uma igreja. A raça humana é diversificada, ou seja, ninguém vai querer fazer sempre as mesmas coisas, por isso temos ministérios variados. Hoje eu queria falar sobre o ministério de Louvor e a Dança, que muitas pessoas pensam ser ministérios totalmente distintos, e realmente são, porém quando há uma homogenização das equipes podemos adiquirir resultados bem mais satisfatórios do que se fosse cada um por si e Deus por todos. Dança e Louvor caminham juntos, lado a lado.

A dança durante o louvor

A música e a dança estão ligadas desde os tempos bíblicos, a dança é uma expressão que não necessita de música para transmitir uma mensagem, porém a música e a melodia tornam os movimentos muito mais gostosos de se ver e ouvir. A dança é um reflexo de nossas vidas, se estamos bem dançamos bem, se estamos mal, podemos até dançar bem, mas, o homem interior denuncia seu real estado emocional e isso reflete no lado espiritual da dança.
Você já deve ter perguntado ou respondido a seguinte pergunta: NA SUA IGREJA VOCÊS DANÇAM NA HORA DO LOUVOR? Mais o que é dançar na hora do louvor? As bailarinas da televisão dançam durante as apresentações artísticas. Seria a mesma coisa? O que muitos falam erroneamente que é a dança espontânea, mais não é.

A dança durante o louvor não é uma expressão espontânea do Espírito, visto que já temos movimentos pré programados e sequências ensaiadas memorizadas, o que acontece é um mover através dos movimentos que é expresso pelos corpos santos que exultam ao Senhor, uma resposta à presença de Deus por nossa adoração.
Exemplificando o que acabei de falar: a dança durante o louvor é como liberar uma palavra profética para o irmão que está do meu lado, o Espírito não precisa me impulsionar a falar, a minha mente e a minha fé determinam o que vou dizer e através desta mesma fé as coisas acontecem. Há relatos na bíblia sobre isso em 2 Reis 4 14-17, Geazi num momento de gratidão para com a Sunamita profetizou que ela conceberia um filho. E isso aconteceu! Diferentemente da profecia, quando nos tornamos a boca de Deus e não controlamos as palavras pois é o próprio Deus nos usando. Isso não significa que perdemos o controle dos nossos movimentos e começamos a fazer estripulias "SEM NOÇÃO E SENTIDO ALGUM" existe um propósito no que Deus faz.

...conforme a palavra do SENHOR, que falara pelo ministério de Elias. 1Rs 17.16

Durante o louvor nos tornamos instrumentos do agir de Deus, e é nessa hora que somos usados para operar milagres. Durante o louvor, o ministro de louvor precisa saber que ele tem um instrumentos nas mãos (os ministros de dança) e ele precisa comandar e coordenar tudo isso através do Espírito Santo. O que vemos muitos por ai e aqui em nossa igreja já foi assim, é que o ministros de louvor está em uma ministração de cura e o ministério de dança ministrando a unção da alegria. Não seria mais proveitoso se sentasse dança e louvor para juntos louvarmos e dançarmos com um só propósito? O ministério de Louvor e Dança precisam estar em plena sintonia entre si e com o Espírito Santo.
O individualismos atrapalha muito a vida dos levitas, e quando falo levita me refiro a todos. Tirando as limitações do dia-a-dia tais como: horário, estudos, trabalho, as vezes ficamos impossibilitados de reunir todo mundo para ensaiar, bom seria se isso acontecesse, mais infelizmente as coisas ainda estão paradas nesse sentido. Existem um elo rompido entre louvor e dança e ele precisa ser restaurado, não estou falando do elo da menina que dança e namora o guitarrista, ou o filho do ministro de louvor que integra a dança, não são elos de relacionamento amoroso ou sanguíneo, são elos espirituais, é você olhar e o Espírito testificar o ato profético. É UNIDADE! O descrédito e a empatia entre alguns levitas é perceptível e isso afeta diretamente a equipe e a igreja.

E pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades. Efésios 2.16

E onde entra a gangorra nessa história?

Primeiramente, o brinquedo nada tem haver, porém o efeito a qual me refiro é semelhante a uma gangorra, e o inimigo tem lutado para deixar as coisas piores a cada dia. Um dia o ministério de louvor está bom, os louvores perfeitos, e o mover de Deus toma toda a igreja, enquanto que o ministério de dança passa por várias crises, de falta de liderança, desânimo, perda de integrantes e por ai vai. No outro dia o ministério de dança está reerguido e estão conquistando no sobrenatural, enquanto que o ministério de louvor, está na crise porque um quer tocar mais que o outro, por falta de comprometimentos nos horários, falta de oração, e assim segue.

Isso pode não acontecer em sua igreja, pois ela é Perfeita, mais em muitas outras igrejas isso é verídico, só você conviver para descobrir. Quer conhecer um ministério, conviva com ele. Tenho a ligeira impressão de que quando não conhecemos a vida das pessoas a primeira vista elas parecem ser perfeitas, e isso é o que muitas vezes limita a nossa adoração, não acreditar na mudança de indivíduos que participam de nossas equipes. Aquele baterista que ficava com todas as garotas da igreja, ou aquela ministra de dança que dava um péssimo testemunho, isso muitas vezes atrapalha a nossa adoração. Esquecemos DELE para reparar no passado das pessoas e questionar o motivo de serem chamados de levitas. E assim vamos sendo enganados pelo inimigo, entre os altos e baixos da gangorra e de uma equipe desaliançada.

Um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos vós. Efésios 4.6

O título fala específicamente de louvor e dança, mas, isso não acontece somente conosco, é com as artes de um modo geral. Podemos solucionar esses problemas e avançar para o alvo. JESUS! Se um cair o outro ajuda, pois é desta forma que as equipes trabalham. Encontros de ministérios (louvor, dança, teatro, sonorização, iluminação) todos os ministérios que trabalhavam no altar e fomos levados a entender que o altar é lugar de unidade e comunhão com Deus e com nossos irmãos, entendemos também que não existe o "eu" e sim o "nós". Muitas vezes não podemos estar ensaiando juntos mais escolhemos um dia para orar e todos comparecem, as músicas dos cultos são repassadas para a equipe de dança para que possamos nos preparar com o figurino adequado e no propósito correto. Existem ensaios específicos para os cultos todos os dias em que ministramos, nada é feito ao vento, tudo é pensado e nos colocamos na dependência de Deus para ELE realizar as mudanças que ele bem quer.

Talvez, até o presente momento você nem tinha parado pra pensar nessa triste possibilidade, e agora se vê dentro dessa situação. Não se desespere. Busque direcionamento de Deus e aconselhamento pastoral, procure se achegar mais para aqueles que estão distantes de você e de sua equipe, se eles não entenderem o que você está fazendo, seja paciente e explique. Chame o responsável e ministre essa palavra ao coração dele, a UNIDADE dos ministérios.

E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um.
Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim, e que os tens amado a eles como me tens amado a mim. João 17.22-23

Espero ter lhe ajudado. Até a próxima postagem!

Graça e Paz!!!!

Leonardo Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário