Nossos Vídeos

Loading...

Lider do Ministério de Dança - Evelin Estrada

15 de abr de 2010

Quando o amor pela dança é maior que o amor por Deus

Graça e paz amados levitas da dança

É gritante o número de pessoas que sem saber estão afixados a regras, tradições e idealismos que beneficiam a si mesmo. Essa afixação atrasa os planos de Deus e consequentemente trás uma vida de independencia de um ser que não tem amor pelo Autor da criação. Somente quem é livre das coisas deste mundo será livre para dizer "Eis-me aqui", é necessário reconhecimento e despojo para que essa verdade divina acione o botão "ON" e dê início aos propósitos de Deus em nossas vidas. Nada nesta terra pode chamar mais a minha atenção ou me prender a um estilo de vida que me distancia da presença de Deus. Assim como Isaías disse Eis-me Aqui! Muita das vezes somos levados a falar o mesmo, porém alguns nem sabem o que estão dizendo, simplesmente repetem movidos pela emoção. É por esse motivo que as igrejas estão cheias de pessoas gritando "Eis-me aqui" e os propósitos de Deus nunca começam, nada acontece na vida dessas pessoas.

Hoje em nossas igrejas existem pessoas amando mais aos seus ministérios do que a Deus. Amam mais a sua guitarra, amam mais a sua bateria, amam mais as suas roupas de dança, amam mais as aulas de dança do que ir a um culto durante a semana. Amam mais dançar que ler a bíblia. O sonhos de muitos ministros de dança é poder fazer uma faculdade de dança, se graduar nesta área e poder montar sua escola de dança ou uma cia de dança, até então não tem nada de errado, o que muitos esquecem é que sem uma graduação Deus te faz ser alguém, pois, quem abate e quem exalta é o próprio Deus (I Sm.2.7), com graduação você será mais um professor de técnica de dança dentre os milhares já existentes no mercado, sem Deus você nunca será alguém no Reino. O seu amor pelo seu ministério é maior que seu amor por Deus? É uma questão que merece uma auto-avaliação.

Todos nós passamos por um processo de amadurecimento

Sempre conhecemos José como um jovem sonhador que foi honrado por Deus e se tornou governador do Egito, mas, para chegar ao governos ele passou por um processo de amadurecimento. José era o queridinho do papai, o filho mimado, o filho que tinha mais carisma e que desfilava pelas ruas com sua bela capa colorida (Gn.37.3). Sabemos muitas coisas sobre a vida de José, mais o que muitos podem não saber é que José era um linguarudo. Deus mandou ele contar seus sonhos para alguém? O que José não sabia era que seu tratamento começara a partir do momendo em que ele conta seus sonhos para sua família. Você acha que Deus ia colocar a frente do governo um garotinho mimado? Todos nós passamos por um período de tratamento, isso é um ciclo, sempre estaremos em tratamento.
Ninguém é tão bom que possa dizer que não tem áreas deficientes, se não áquele que morreu para nos curar. O tratamento de Deus nos ajudar a crescer.
Chegou o tempo de crescer, de amadurecer, deixar de ser um garotinho mimado para ser um governante. Esteja ciente que nem todos passam por este tratamento aomesmo tempo, para pessoas diferentes, tratamentos diferentes, então não podemos exigir que em uma equipe todos estejam num mesmo nível de entendimento.
Seria loucura, nem com a equipe dos doze discípulos foi assim. Para quem você tem contado os seus sonhos? Talvez a pessoa que está perto de você possa ser um "irmão de José" pronto para te vender como escravo.

Avaliando o meu Eu

O perfil de Marta nos transmite a idéia da típica dona de casa preocupada com seus afazeres domésticos. Acostumada as suas rotinas diárias de limpar acabou se esquecendo da presença de Deus. Isso não aconteceu somente com Marta, isso acontece inúmeras vezes nos dias de hoje, pode estar acontecendo com você que está lendo ou ovindo este artigo. Marta poderia ter feito seus afazeres em outra hora, mas, a forte ligação à tradição cortou o elo de ligação com Jesus. A tradição muita das vezes nos faz andar por um caminho sem novidades e nos priva de conhecemos as várias formas pelas quais Deus se manisfesta aos seus filhos. Se a presença de Deus é menos importante que algum de seus afazeres e responsabilidades você pode estar indo pelo mesmo caminho de Marta. Temos que aprender que Deus é o centro.
Marta, porém andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude. (Lc.10.40)

Em Deuteronômio 6.5 diz que devemos amar, pois, o Senhor Nosso Deus com todas as forças e de todo entendimento. Marcos 12.30 completa dizendo que este é o pimeiro mandamento. Se temos amado outras coisas mais do que a Deus, já estamos errados porque transgredimos o primeiro mandamento bíblico.

Vejamos alguns exemplos bíblicos que nos ajuda a explicar melhor o tema deste artigo:

Mt.27.3 - Instabilidade Emocional e Ganância - Uma pessoa sem estabilidade em suas emoções é um perigo para si mesma. Judas acabou se enforcando logo após entregar a vida do Messias para que fosse preso, isso trouxe uma instabilidade emocional, poderia ter sido Paulo ou Tiago, mas o inimigo viu que Judas tinha uma afinidade com o mal. O fim foi a morte. Vontade de morrer, desejo de chorar sem motivos, desânimo, disturbios no humor e remorso são alguns dos sinais que podemos perceber quando uma pessoa não tem seu amor em Deus.

II Sm.15.1-18 Revolta - Absalão se revoltou contra seu pai Davi e queria ser rei em seu lugar, como lucifer queria tomar o lugar de Deus. Quando essa pessoa se sente ameaçada pelo líder ela se revolta. Podemos perceber: o sentimento de perseguição, a carnalidade, a ira, plojeta planos diabólicos (podem ou não ser executados), falta de amor ao próximo e ambição.

I Rs.19.1-4 Desistência - Elias por um momento amou mais a sua própria vida do que ao Senhor e até pediu para Deus o matar. Essa pessoa vê a desistência como um subterfúgio para a sua dor, como única saída ao invés de enfrentar a situação. Ameaças são comum no caráter desse tipo de pessoa.

Mt.19.16-22 Tristeza - O jovem rico teve uma decepção ao saber que todo seu amor estava fixado no dinheiro que possuía, quando Jesus mandou vender tudo o que possuia e entregar aos pobres ele ficou muito triste. Pessoas que se fecham por mágoa e se isolam podem ter uma ligação com esse assunto.

Quem ama e conhece a Deus não se enquadra nessa fôrma. Seu amor não esté baseado em seu ministério e sim em Deus. Recentemente passei por um período de tratamento e fiquei meses sem poder dançar, os primeiros meses foi desesperador, pois eu queria estar dançando, eu dançava no meu lugar mais não era a mesma coisa. Deus me tratou ao longo desses meses e pude perdeber que muitas vezes eu amei mais a dança do que Aquele que criou a dança. Hoje todo o meu amor está no Senhor. Posso passar novamente um longo período sem dançar, e não vou me entristecer, me revoltar contra a decisão do líder mesmo que eu esteja certo e nem pensarei em abandonar o meu chamado. Como falei no começo todos nós passamos por tratamento e isso é um ciclo. Para servir ao Senhor é preciso antes saber qual é a sua vontade. Um soldado não vai para a guerra sem saber que essa é a vontade dos seus superiores.Qual a vontade do Senhor para a sua vida? E por que tudo até agora tem dado errado? Essa é a vontade de Deus? O que Deus quer de mim? Essas são perguntas que devem sempre estar no coração e na mente de um levita antes dele executar qualquer projeto.

Viver por Deus e para Deus é negar-se a si mesmo, parece ser muito fácil na teoria, mas a prática nos faz ver que é difícil. É nessa hora que você percebe onde seu amor está fundamentado. Nunca deixe que seu amor a dança ou a qualquer outra coisa no mundo seja maior que seu amor por Deus.

Agradeço aos leitores e divulgadores do blog.
Até a próxima postagem! Graça e Paz!

Leonardo Ribeiro - http://jide.zip.net/

Nenhum comentário:

Postar um comentário