Nossos Vídeos

Loading...

Lider do Ministério de Dança - Evelin Estrada

17 de fev de 2010

VERDADEIROS ADORADORES

A Bíblia é bastante clara quando diz que o Senhor reparte talentos para fins específicos. Deus olha a necessidade dos homens, olha os homens que tem disponíveis para serem seus vasos, e em seguida distribui seus talentos para serem usados na sua obra.

Nada é por acaso. Tudo o que vem de Deus tem um propósito específico. A uns Deus deu o talento para evangelizar. A outros, o talento para pregar ou ensinar. A mim e a tantos outros Deus repartiu o talento para a música, para compor, fazer arranjos, tocar etc.

Veja como o ajuntamento dos talentos repartidos completa o que é necessário para um bom culto, incluindo o louvor: .Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação. (1Co 14.26).

Paulo menciona o louvor quando diz .tem salmo.. Na verdade é um cântico. Essa idéia fica ainda mais clara em Efésios 5.19, que diz: .Falando entre vós em salmos, e hinos, e cânticos espirituais; cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração. (grifo meu).

Em segundo lugar, eu tinha a ferramenta, que era o meu instrumento. Sempre que Deus chama alguém para realizar uma obra, ele também provê os recursos necessários. Uma das passagens curiosas sobre isso é quando Deus chamou Moisés na sarça ardente, e disse-lhe para que fosse até os hebreus chamá-los para a saída (o Êxodo) do Egito. Prontamente Moisés parece querer se desfazer daquela responsabilidade, e alega sua falta de capacidade para falar, choraminga dizendo que não levava jeito para aquilo, enfim, tenta mostrar-se desprevenido.

Deus, então, pergunta a Moisés o que ele tinha na mão. Era um pedaço de pau, na verdade, o cajado que ele usava para pascentar o seu rebanho. Por meio daquele cajado Deus começou a realizar milagres, ali na frente de Moisés. Aqueles milagres seriam a prova de que Deus apareceu a Moisés, e o próprio cajado seria o instrumento para se realizar os milagres (Êx 4.1-14).

Em terceiro lugar, eu tinha o convite para tocar. O fato de o pastor, que é o anjo da igreja, me convidar, era uma credencial para colocar meu talento em prática. Há uma infinidade de excelentes músicos fora da igreja. E se são bons, por que não tocam louvores a Deus? É porque lhes faltam as credenciais divinas. Também há um grande número de pessoas na igreja que tocam bem, ou até mesmo pregam bem. E por que não usam isso na obra de Deus? É porque lhes faltam credenciais para isso.

É importante destacar que o louvor irá fluir bem quando houver pelo menos essas três ferramentas: o talento, a ferramenta ou os recursos, e a oportunidade. De nada adianta ter a oportunidade sem o talento; nada farei com o instrumento se não tiver o talento nem a oportunidade; também serei infrutífero se tiver o talento, mas ainda faltar o momento certo para ter a ferramenta e a oportunidade. ......


TRECHO EXTRÁIDO DO LIVRO:

VERDADEIROS ADORADORES de André Paganelli

Nenhum comentário:

Postar um comentário